A bolsa já está barata?


A bolsa brasileira abriu em forte baixa hoje – e, por volta das 11h30, caía 3%, para 57 886 pontos – o menor patamar desde setembro de 2009. No ano, a desvalorização é de 16%. O Ibovespa chegou a bater 71 793 pontos no começo de abril – e, de lá para cá, perdeu 19%.

A bolsa está barata? Há especialistas que acham que sim – ainda que a maioria deles esteja cautelosa e não descarte o risco de novas baixas. “É um bom momento para entrar desde que o investidor tenha paciência e consiga agüentar volatilidade no curto prazo. Pelo menos junho e julho serão meses muito ruins”, diz Roberto Padovani, economista-chefe do banco WestLB no Brasil.

Para Walter Maciel, sócio da gestora Quest, do ex-ministro Luiz Carlos Mendonça de Barros, “a bolsa está barata se prevalecer o cenário de que a crise europeia será controlada e haverá um impacto moderado sobre a economia mundial”, diz. “Agora, se o cenário piorar e a Grécia se tornar um novo Lehman Brothers, aí a desvalorização pode ser mais profunda”, completou, referindo-se à quebra do banco americano em setembro de 2008, que levou o Ibovespa para baixo dos 30 000 pontos. Os fundos multimercados da Quest zeraram seus investimentos em ações e os fundos de ações estão com 15% do apital fora da bolsa.

Além da crise europeia, um número ruim sobre a economia americana divulgado hoje piorou o humor dos investidores: os pedidos de seguro-desemprego aumentaram mais que o esperado, o que pode ser um indicador de problemas no mercado de trabalho. Como disse Mendonça de Barros a EXAME no início do mês, “o segredo” para medir o impacto da crise europeia sobre a economia mundial é olhar os Estados Unidos – se o país estiver saudável, o risco de contágio é menor. E isso, claro, é vital para avaliar as perspecivas para a economia brasileira.

Ontem, o presidente da Petrobras, Sérgio Gabrielli, chegou a dizer que a empresa poderia adiar sua oferta bilionária de ações, inicialmente prevista para ocorrer entre julho e agosto, se as condições de mercado continuarem a piorar. As ações da Petrobras caíram mais de 10% neste mês – e, hoje, operam em baixa de 3%.
E vocês, o que estão fazendo? Estão aproveitando a baixa da bolsa para comprar?

Por Giuliana Napolitano
Fonte: Portal EXAME-Direto do Pregão – 20/05/2010